como criar uma partição de disco no linux

Neste artigo, explicaremos como criar uma partição de disco no Linux , assim como nas distribuições CentOSRHEL, Fedora, Debian e Ubuntu.

Para usar efetivamente dispositivos de armazenamento, como discos rígidos e drives USB no seu computador , você precisa entender e saber como estruturá-los antes de usar no Linux. Na maioria dos casos, grandes dispositivos de armazenamento são divididos em partes separadas chamadas partições.

O particionamento permite que você divida seu disco rígido em várias partes, onde cada parte atua como seu próprio disco rígido e isso é útil quando você está instalando vários sistemas operacionais na mesma máquina.

Continue lendo após a Publicidade…

Curso Active Directory Linux Pro 2019

Curso Active Directory Linux Pro 2019

Criando uma partição de disco no Linux

Nesta seção, explicaremos como particionar um disco de armazenamento no Linux usando o comando parted.

O primeiro passo é visualizar a tabela de partições ou o layout em todos os dispositivos de bloco. Isso ajuda a identificar o dispositivo de armazenamento que você deseja particionar. Você pode fazer isso usando o comando parted ou fdisk . Usaremos o primeiro para fins de demonstração, da seguinte maneira, em que a flag -l significa layout de partições de lista em todos os dispositivos de bloco.

# parted -l

Listar partições no Linux

Da saída do comando acima, há dois discos rígidos conectados ao sistema de teste, o primeiro é /dev/sda e o segundo é /dev/sdb.

Neste caso, queremos particionar o disco rígido /dev/sdb. Para manipular partições de disco, abra o disco rígido para começar a trabalhar nele, conforme mostrado.

# parted /dev/sdb

No prompt do parted , crie uma tabela de partição executando mklabel msdos ou gpt e (aqui eu usei o primeiro), em seguida, insira Y/yes para aceitá-la.

(parted) mklabel msdos

Make Disk Label

Importante : Certifique-se de especificar o dispositivo correto para a partição no comando. Se você executar o comando parted sem um nome de dispositivo de partição, ele irá escolher aleatoriamente um dispositivo de armazenamento para modificar.

Em seguida, crie uma nova partição primária no disco rígido e imprima a tabela de partição conforme mostrado.

(parted) mkpart primary ext4 0 10024MB

Em Ignore/Cancel digite a letra “i” para ignorar e seguir em frente

(parted) print

Crie uma partição no Linux

Você pode criar outra partição para o espaço de alargamento, como mostrado.

(parted) mkpart primary ext4 10.0GB 40.0GB

(parted) print

Criar outra partição

Para sair, emita o comando quit e todas as alterações serão salvas automaticamente.

Em seguida, crie o tipo de sistema de arquivos em cada partição, você pode usar o utilitário mkfs (substitua ext4 pelo tipo de sistema de arquivos que você deseja usar).

# mkfs.ext4 /dev/sdb1
# mkfs.ext4 /dev/sdb2

Criar o tipo de sistema de arquivos na partição

Por último, mas não menos importante, para acessar o espaço de armazenamento nas partições, você precisa montá-las criando os pontos de montagem e montando as partições da seguinte maneira.

# mkdir -p /mnt/sdb1

# mkdir -p /mnt/sdb2

# mount -t auto /dev/sdb1 /mnt/sdb1

# mount -t auto / dev/sdb2 /mnt/sdb2

Para verificar se as partições estão realmente montadas, execute o comando df para relatar o uso do espaço em disco do sistema de arquivos.

# df -hT

Verificar o uso do espaço em disco das partições

Importante : Você pode precisar atualizar o /etc/fstab arquivo para montar partições recém-criadas automaticamente no momento da inicialização.

Continue lendo após a Publicidade…

Curso Active Directory Linux Pro 2019

Curso Active Directory Linux Pro 2019

Leia também o artigo: Como reparar a Inicialização do Ubuntu!

Isso é tudo! Neste artigo, mostramos como particionar um disco de armazenamento, criar um tipo de sistema de arquivos em uma partição e montá-lo em sistemas Linux. Você pode fazer perguntas ou compartilhar suas ideias por meio do formulário de comentários abaixo.

Não deixe de visitar e compartilhar com seus amigos também nosso Portal, lá você encontrará muito conteúdo interessante.

Se achou algum erro nesse post não deixe de nos informar, pois ficaremos muito agradecidos.